As escolhas da V.

Rituais

Dizem que é de manhã que começa o dia, não duvido, até porque quem nos segue já se habituou ao meu uso amiúde de ditos e expressões populares, não obstante, esta não subscrevo.

Nunca fui das manhãs.

Ia já a arrastar-me ver um nascer do sol (quando dava e me lembrava) à porta do meu antigo serviço quando saía de vela.

Só me levanto alguns dias de semana bem disposta às 7h/8h porque sei que são mesmo só alguns dias.

E de vez em quando lá cometo uma loucura ou outra ao fim-de-semana de me levantar ainda mais cedo ao sábado ou para ir trabalhar ou para ir passear para mais longe e poder aproveitar o dia.

Caso contrário, as manhãs para mim são no vale de lençóis.

Portanto, para mim só funcionam hábitos e rituais tardios ou noturnos quer sejam de beleza, de leitura, de lides domésticas ou de produção de escrita.

Sou assim, sempre fui assim e ainda que tenha a certeza que algumas coisas se alteram ao longo da vida e pelas circunstâncias, esta não deverá ser uma delas, até porque nisso sou igualzinha ao meu pai.

E se para salvar a humanidade ou por força da necessidade, lá temos de nos levantar com as galinhas, que haja pelo menos uma sesta digna para que o dia seja mais fácil de se levar!

Bem, mas este primeiro post sobre as minhas escolhas não era propriamente sobre a minha preguicite aguda matinal, se bem que esta introdução já longa serve também para vincar um dos meus pressupostos mais essenciais.

Cada um de nós é único, intransmissível e particularmente especial.

O que funciona comigo pode não funcionar com a C., mas se for depois das 10h já pode funcionar com o meu pai e muito antes já terá funcionado ou não com a minha vizinha da frente que logo cedo tem de ter os meninos a pé prontos para levar à escola.

Ontem deixei-vos uma foto e uma pergunta no ar, sobre o que achavam de calçar os sapatos dos outros.

Calçar os sapatos dos outros é uma expressão muito utilizada entre nós, Enfermeiros, que nada mais significa do que ter a capacidade de se colocar no exato lugar do outro, vestindo-lhe a pele.

Na verdade não é de manhãs que vos escrevo hoje, nem sobre sapatos (que até são um dos meus objetos de desejo) mas é mesmo sobre pele e algo que adoro usar na minha.

Toda esta brincadeira sobre as manhãs para vos contar que de uma forma geral os meus cuidados de higiene e beleza, assim como o banho, são preferencialmente feitos à noite. E que, apesar de agora com as novas rotinas tenha tentado reservar mais tempo para cuidar de mim, na realidade nunca sobra muito tempo.

Por isso gosto de usar produtos de qualidade, mais completos, com duplas ou triplas funcionalidades para que poupe tempo mas não descure algum elemento essencial.

Esta espuma é o produto que tem tornado o meu banho uma experiência ainda mais agradável.

Sai um gel transparente da lata e nas mãos transforma-se numa espuma espessa e fofa. O cheiro é incrível, mistura aromas asiáticos que são ao mesmo tempo intensos e relaxantes. E assim que entra em contato com o corpo deixa logo a sensação de pele sedosa e hidratada.

É a segunda vez que utilizo as espumas da Rituals. A primeira foi no verão passado, de férias com a minha Mãe, em que utilizei durante 3 ou 4 dias e fiquei logo fã, aliás, ficamos as duas, na altura utilizamos a da coleção Sakura.

Entretanto numa das últimas idas aos saldos lembrei-me de espreitar os preços e comprei esta edição especial que se encontrava em promoção. Vendem a espuma individualmente e custou cerca de 5€, sem promoção são entre 7/ 8,5€ dependendo das coleções.

Não é barato e o meu ordenado de Enfermeira não me dá margem para grandes luxos, mas há produtos que realmente vale cada centímo. Prometo um storie ou uma breve nota de rodapé sobre a durabilidade para vos dar conta do preço médio por banho, mas uma porção apenas dá para aplicar em todo o corpo por isso acredito que seja mais rentável que o gel de banho visto ser mais líquido logo o desperdício é sempre maior. E na prática é três em um, produto de limpeza, hidratante e perfume pois o aroma fica na pele muito tempo depois do banho (de manha ainda o noto!). Bem e a julgar pela foto, a lata dá um certo charme e combina na perfeição com outros objetos da minha casa de banho. Portanto 4 em 1!

Esta é a minha primeira escolha para partilhar convosco.

Hoje deixo-vos a espuma dos meus dias que é um dos meus rituais do momento, mas as minhas escolhas são tal como eu, muito mais ecléticas.

V.

Anúncios

Uma opinião sobre “Rituais

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s